Papa João Paulo II

Karol Wojtyla nasceu em 18 de maio de 1920, em Wadowice, na Polônia. Em 1938 matriculou-se na Universidade Jagellônica de Cracóvia e em uma escola de teatro. As forças de ocupação nazista fecharam a universidade em 1939. Durante a Segunda Guerra Mundial, o jovem Karol trabalhou numa mina e, depois, numa indústria química para sustentar-se.

Em 1942, passou a frequentar o Seminário de Cracóvia, dirigido na clandestinidade pelo Arcebispo local, o Cardeal Adam Stefan Sapieha. Na época, foi um dos promotores do Teatro Rapsódico, também clandestino. Depois da Guerra, continuou seus estudos no Seminário e foi ordenado padre em 1946. Tornou-se bispo, em 1958, e Arcebispo da Cracóvia, em 1964.

Em 16 de outubro de 1978, Karol Wojtyla foi eleito o 264° Papa da Igreja Católica, com o nome de João Paulo II. O primeiro papa polonês. Antes dele, o último papa não italiano foi Adriano VI, de Utrecht, em 1522.

Em sua ação pastoral, João Paulo II viajou pelo mundo mais do que qualquer outro papa até então, veio inclusive ao Brasil. Em 1981, sobreviveu a uma tentativa de assassinato na Praça de São Pedro, no Vaticano. Em 1982, visitou a Catedral de Canterbury, na Inglaterra, sendo o primeiro papa a entrar no prédio desde a separação da Igreja Anglicana. Em seu pontificado, o mais longo da história, proclamou 1338 beatos e 482 santos. Engajou-se no renascimento do catolicismo romano na Rússia e na Europa Oriental, antes e depois do colapso do comunismo (1990-91).

Faleceu no Palácio Apostólico do Vaticano, em 2 de abril de 2005. Foi beatificado em 2011.

Mais: lista dos papas e Papa Bento XVI.

 

 

Estátua do Papa João Paulo II no bosque de Curitiba que leva o seu nome. O bosque foi inaugurado em 1980, após sua visita à cidade e é um memorial aos imigrantes poloneses.

 

Religião

 

João Paulo II

 

Vaticano

 

Bosque Papa

 

Santa Se

Copyright © Guia Geográfico - História dos Papas.

 

Papa João Paulo II

 

 

 

 

Divulgação